Sorry, your browser doesn't support Java(tm).

José Iles, sócio fundador

The tourist who stayed

     José Iles is among those basinessmen- tourist who become residents of a town. This happened to him, in 1979, when he followed his phisician's tip to try out Caldas Novas' waters, that own medicinal properties. Selling out in São Paulo, he exchanged the booming metropolis for the quietnese of Caldas Novas.

     In the sixties, he was producing and selling coolers, for salcons, snack facilities, and five years laters he turned to produce and sale of soft drinks in plastic bottles. He kept at this for 14 years, until his move to Goiás.

     The hotel business in Caldas Novas got to a start at the side of his nephew, Heronides Araújo (nickname: "Heron"), opening to tourists the Hotel Triângulo. The building has 62 apartments, pools, night-club, among other facilities.

     Márcio and Maurício, his sons, jointly with nephew Heron run the hotel today.

Av. Orozimbo Correia Neto, nº 157 - Centro - Caldas Novas - Goiás
__-___ Caldas Novas - Goiás

O turista que ficou

          O empresário José Iles alinha-se junto àqueles que de turistas tornaram-se cidadãos de Caldas Novas depois de encantarem-se com as belezas naturais da estância. Seu primeiro contato com Caldas Novas deu-se em 1979 por indicação médica. As propriedades medicinais das águas quentes aliadas às oportunidades de investimentos apresentadas pela cidade, encorajaram José Iles a trocar São Paulo pelo interior goiano.

          Paulistano, o empresário conseguiu sair-se vitorioso em todos os ramos de atividade que abraçou. Na década de 60 trabalhava com refrigeração, fabricando e vendendo equipamentos para bares, lanchonetes e similares. Após cinco anos neste ramo, passou a dedicar-se à produção e venda de refrigerantes em embalagens plásticas. Na nova atividade permaneceu durante 14 anos, até mudar-se para Goiás.

          O ingresso de José Iles no ramo de hotelaria em Caldas Novas deu-se em 1989 quando, ao lado do sobrinho Heronides Araújo, o Heron, inaugurou o Hotel Triângulo, um complexo a serviço do turista formado por 62 apartamentos completos, piscinas, sauna, salão de reuniões, boate e outras dependências.

          Depois que o empreendimento foi consolidado, José Iles deixou a administração do hotel para o sobrinho Heron e para os filhos, Márcio Iles e Maurício Iles.

Juventude e trabalho marcam a boa administração

    Heronides J. Araújo (o Heron) é natural da Paraíba, acompanhou o tio na construção do Hotel e hoje são sócios. Heron é o responsável pelas áreas de recursos humanos, relações públicas e um dos encarregados pelo gerenciamento.

    Márcio Iles, graduado em Processamento de Dados pela Universid. Mackenzie. É um dos sócios e é responsável pela área financeira e também participa no gerenciamento.

    Maurício Iles, fixou-se em Caldas Novas em 1995. Formado em administração pela Universidade Católica de Goiás, atuou na área de construção até 1999 quando, ele também, passou a gerenciar e ser um dos sócios do Hotel.

Youth and work make sound administration

     Heronides (o Heron) J. Araujo hails from the Brazilian State Paraíba, northern Brazil. Born in 1954. After a long time at his uncle's side in São Paulo, is a business-partner: in charge hotel personell and general management of the enterprise.

     Márcio Iles: born in São Paulo, a graduate in the Sciencies of Computers, at Mackenzie U. (1989), he joined his father in their move to Caldas Novas. But the real move happened only in 1991, when he and his cousin took over the finance management is of the hotel. Márcio the other partner in this family business.

     Maurício Iles: a graduate in Business Administration at UCG (Univ. Cat. de Goiás), is from São Paulo, too. Since 1995 in Caldas Novas, he is a partner in another family holding: "Incorporação e Administ. Trio", a civil building construction and real estate rental. In 1999 he become a partner and management of the Hotel too.


Reportagem de Antônio Moreira da Silva publicada no Dossiê de Goiás, obra de sua autoria, que é considerada a primeira "Enciclopédia goiana" e como ele mesmo definiu, constitui um perfeito inventário da riqueza, da história, da cultura, das tradições, detalhes de nossa gente, de nossas empresas e completo acervo de nossos valores. O Dossiê de Goiás reflete exatamente o que um dia escreveu o poeta italiano Salvatore Quasimodo, Prêmio Nobel de 1959: "todo homem possui um berço biológico e uma terra que escolhe para viver, trabalhar e construir seus sonhos. Por esta é que bate seu coração. E é seu trabalho que dá grandeza a esta terra. Se contribuir para divulgar os valores dela, estará atendendo a uma extensão de si mesmo."